Setembro Vermelho: De olho no seu coração

Acabou de começar a campanha Setembro Vermelho, uma iniciativa que visa alertar sobre os perigos das doenças cardiovasculares. Nas minhas pesquisas observei que nós mulheres somos as maiores vítimas fatais destas condições, tanto no nosso país quanto em todo o mundo!

Então, se cuide e siga as dicas abaixo!
– Observe o histórico familiar
– Não fume
– Confira a circunferência abdominal: nas mulheres, a medida deve ter, no máximo, 80 cm
– Siga uma dieta balanceada, reduzindo o sal e o açúcar
– Pratique regularmente exercícios físicos – pelo menos 30 minutos de atividade física diária
– Faça uma avaliação anual com o cardiologista, principalmente a partir dos 40 anos
– No climatério e após a menopausa, redobre a atenção, pois os índices de infarto aumentam
– Consulte periodicamente a ginecologista para uso correto de anticoncepcionais

Segundo o Ministério da Saúde, as doenças cardiovasculares são a principal causa e correspondem a aproximadamente 30% do total de todas as mortes de mulheres. E sabe por quê? Mais uma vez somos vítimas de nosso estilo de vida sobrecarregado. Além do estresse, má alimentação e sedentarismo, outros fatores contribuem como histórico familiar, menopausa e idade.

 

O mais curioso é que os sintomas nas mulheres se manifestam de forma diferente que no homem então, por este motivo, quando se percebe a doença, já está em estado avançado. Diferente do que é muito divulgado por aí – uma forte dor no peito que irradia para os braços, acompanhada de náuseas e sudorese fria -, nas mulheres os sintomas mais comuns são dores nas costas, cansaço aos esforços, fraqueza, dores gástricas e falta de ar. Sensações que podem ser facilmente confundidas com várias outras condições e doenças.

Então, fique sempre de olho no seu coração e cuide bem dele. Os especialistas em cardiologia garantem que 80% dos ataques cardíacos e infartos prematuros podem ser evitados.

Maria Leticia Fagundes



  By - Maria Letícia Fagundes      29/05/2017
 VOLTAR