Vacine-se contra a gripe H1N1

O governo do Paraná iniciou na nesta segunda-feira, dia 25, a campanha de vacinação contra a gripe H1N1. Os grupos de risco que serão inicialmente imunizados gratuitamente pela rede pública de saúde são: crianças menores de 5 anos, gestantes,  mães até 40 dias após o parto, portadores de doenças crônicas, idosos a partir de 60 anos, trabalhadores da saúde, indígenas e detentos. A campanha vai até dia 20 de maio, então, se você se enquadra em algum destes grupos não demore muito para ir até o posto de saúde mais próximo e se vacinar. Caso não se encaixe nos grupos acima, a única forma de vacinação é a particular em postos que vendem a vacina. Eu sei que é um custo adicional no orçamento, mas pense primeiro em sua saúde!

A influenza A/ H1N1 ficou muito conhecida como gripe suína, pois até 2009 só se manifestava em suíno, até ser registrada a primeira pessoa com o vírus nos Estados Unidos. A partir de então se disseminou internacionalmente e é contagioso. Passa de pessoa a pessoa principalmente por meio de tosse ou espirros das pessoas infectadas. A infecção se dá tocando objetos que estão contaminados e depois tocando sua boca ou seu nariz. Então atenção! Mantenha sempre as mãos limpas, lavando-as com mais frequência ou então desinfetando com o álcool gel.

 Os sintomas do H1N1 são similares aos sintomas da gripe comum, como febre, tosse, garganta inflamada, dores no corpo, dor de cabeça, calafrios e fadiga. Algumas pessoas relatam diarreia e vômitos. Em casos de suspeita procure logo seu médico, há tratamento, mas no caso de agravamento da doença pode levar a morte. Se cuide!

Tem dúvidas? Mande um email para faleconosco@marialeticiafagundes.com.br

Maria Leticia Fagundes



  By - Maria Letícia Fagundes      29/05/2017
 VOLTAR