Cheiro pode revelar doença

Várias partes do corpo exalam cheiros que são exclusivos em cada indivíduo, dependendo da idade, dieta, sexo, metabolismo … e saúde.

O cheiro de uma pessoa é formado a partir de sua pele, da respiração, do sangue e da urina e, por isso, algumas doenças podem determinar um odor característico e revelar o quão saudável ou não somos.

A doença mais comum com um odor marcante é o diabetes, que é descrito como tendo cheiro de maçã, causado por baixas concentrações de acetona liberadas na respiração. A mudança é sutil, no entanto pode ser percebida por um nariz treinado. A febre tifoide cheira como pão, e febre amarela lembra o cheiro de carne.

Estudo mais recente descobriu que a aversão sentida pelas pessoas quando percebem odores desagradáveis ativa uma reação imunológica para protegê-los por mais tempo desta doença.

Os testes mostraram que reações imunes em pessoas expostas a uma gama de cheiros repugnantes, incluindo queijo, peixe fermentado e levedura podre, encontraram atividade imunológica ligeiramente aumentada.

Foram também exploradas outras fontes de cheiros reveladores, incluindo urina e a respiração. O processo de inflamação afetou o cheiro de urina e da respiração, se tornando um bom indicador de doença.

Entretanto, não podemos esquecer que estes podem ser afetados por sua dieta ou microbioma do seu corpo.
Por hora, o melhor mesmo é manter o cuidado com o bom cheiro.

Maria Leticia Fagundes



  By - Maria Letícia Fagundes      29/05/2017
 VOLTAR